Parceria garante curso de chinês no Piauí

Categorias: Notícias

reuniao UFPI

O deputado federal Merlong Solano (PT/PI) esteve reunido com o reitor da Universidade Federal do Piauí (UFPI), professor Arimatéia Dantas, nesta segunda-feira (01), para tratar de parceria entre o Governo do Estado, a Universidade e o Instituto Confúcio, a fim de garantir a oferta de um curso de chinês no âmbito da UFPI e do Centro Cultural de Línguas. A reunião contou com a presença da vice-reitora, Nadir Nogueira; da assessora internacional da UFPI, professora Beatriz Gama; e do pró-reitor de Planejamento, professor André Macêdo.

Após a reunião, Merlong Solano apresentou a proposta ao governador Wellington Dias, que manifestou interesse na execução da parceria. “Vivemos em mundo globalizado e quanto mais jovens e profissionais piauienses falarem diversas línguas, melhor, tanto para terem mais oportunidade de acesso ao mercado, quanto para o Estado desenvolver mais negócios”, frisa Merlong.

A princípio, seriam duas turmas. De acordo com a assessora Beatriz Gama, o público-alvo ainda não foi definido. “Em outros estados, temos experiência de oferta desse curso a alunos do ensino médio e alunos de graduação. Será um curso de extensão, que deve ser dividido em módulos”, afirma Beatriz.

“Estamos abrindo um canal para o aprendizado da língua de um país que é estratégico no mundo, a China. A maior população no mundo, a economia que mais cresce no mundo, um grande parceiro comercial do Brasil. É uma oportunidade de negócio, tanto para aumentar a exportação do Piauí quanto para atrair empresas chinesas pra atuar também no nosso estado”, destaca Merlong.

Por meio do Instituto Confúcio, a China arca com o salário do professor, enquanto a UFPI disponibiliza suas instalações. O Governo do Estado fica encarregado de pagar uma bolsa de R$ 1.500,00 para custear algumas despesas do professor chinês.

Deixe uma resposta