Aos companheiros e companheiras do PT

Categorias: Artigos

Ontem à noite participei de reunião com diversas lideranças do PT de Teresina e do estado. Após ponderar o que ouvi dos presentes e refletir sobre os projetos de nosso partido, cheguei à conclusão de que anular o voto ou simplesmente liberar as pessoas não são caminhos adequados para um partido que sempre teve coragem de assumir posições claras.

O PT tem projetos de médio e longo prazos, sempre apontando no sentido de mudanças estruturais que exigem grande acumulação de forças sociais e políticas. Essa acumulação de forças depende diretamente das decisões tomadas no curto prazo, diante de cada conjuntura.

No momento, em Teresina, a grande decisão é o que fazer diante do segundo turno da eleição. Partido que anula voto ou libera as pessoas fica sem lado e não acumula forças.

A hegemonia do PSDB em Teresina cristaliza uma gestão conservadora e sem criatividade, sendo grande obstáculo ao fortalecimento de forças progressistas, cuja liderança o PT procura conquistar.

Diante desse quadro, cheguei à conclusão de que o caminho a seguir é a clara indicação de voto no candidato Dr. Pessoa, do MDB, partido que integra a base de nosso governo no estado, que tem como presidente estadual um senador cuja eleição apoiamos fortemente.

Trata-se de apoio incondicional, apenas apresentando publicamente nossas sugestões ao programa de governo, exercendo, assim, nosso direito de partido e de pessoas que atuam e votam na capital.

Com o voto no Dr. Pessoa, estaremos reconhecendo e valorizando a vontade de mudança tão claramente manifestada pelo povo. Nesta oportunidade, o PT deve se somar a essa vontade popular. Ajudaremos assim a quebrar um monopólio de poder conservador que domina nossa capital há longos anos.

Teresina, 19.11.2020

Merlong Solano

Deputado Federal PT/PI